21 de maio de 2009

Dança - Uma oferta em Movimento!!!

Uns dias antes do nosso Congresso de dança, Deus ministrou muito ao meu coração sobre essa expressão: Oferta em Movimento.
Somente depois de ler o contexto da palavra que recebi é que puder ver como é profética essa expressão.
Uma oferta gerada pelo Espírito Santo...

Nos textos de Ex. 35:5-29 e Ex 36:3, vemos toda a movimentação em Israel para a construção do tabernáculo de Moisés, cuja ordem para construí-lo veio diretamente do Senhor.
Desde o princío o plano original de Deus é ter um relacionamento íntimo com o homem era de termos uma relação paternal. Mas, isso de deteriorou com o pecado, então em Moisés Deus aponta para nós a sua eterna vontade de se reaproximar, pedindo que construíssem um lugar onde não só o povo poderia expiar seus pecados, mas um local onde mais tarde teríamos a arca da aliança, que simbolizava a presença do próprio Deus no meio do Seu povo.

Então, nesse momento, as pessoas vinham e traziam suas ofertas para a construção do templo. Interessante, por que Deus quis que fosse dessa forma. Ele simplesmente poderia entregar nas mãos de Israel um reino muito poderoso e rico, cujos despojos serviriam para construir 100 tabernáculos talvez, mas Deus preferiu contar com o povo e sua oferta. A biblia diz que as ofertas eram VOLUNTÁRIAS, movidas genuínamente pelo Espírito Santo para que fossem entregues.

Essas ofertas seriam usadas para construir um lugar para que Deus habitasse no meio de Israel. Mas tarde Deus ordena a Davi que construa novamente um tabernáculo para si, sendo que de modelo diferente, mas sempre seguindo o mesmo objetivo: HABITAR AQUI. Em Amós 9:11 há uma promessa de restauração dessa habitação.

Acho que agora a sua ficha já caiu... trazendo para um contexto profético e lendo os sinais... podemos assim dizer que a nossa oferta (nossa dança) movida e gerada pelo Espírito Santo ajuda a construir o lugar da habitação de Deus no nosso meio, restaurará esse tabernáculo. QUE MARAVILHOSO ISSO... ESSA É A NOSSA EURECA...

João 1:14 nos mostra mais uma vez que o Verbo, Jesus, veio e habitou no nosso meio, ou seja, Deus estava nos apontando novamente a restauração da Sua vontade.

Quando tomamos consciencia que a nossa oferta movimentada pelo Espírito Santo chama, atrai a presença de Deus e constroi um trono para que Deus habite no nosso meio conforme Salmos 23:11, nós trazemos dessa forma o Reino de Deus e toda a treva é dissipada, o império das trevas cede, porque só há lugar para um senhor. Que será aquele que for mais adorado.

Ihhhhhhh... é mesmo! Nessa guerra que muitos chamam de batalha espiritual, ganha quem receber mais adoração, pois a adoração é quem da legalidade para habitação. Isso é imutável, é um principio de Deus, conforme vimos em Salmos.

Deus está cansado de nos visitar, Ele quer vir habitar. Os avivamentos são provas das visitações de Deus, mas agora eu quero a Habitação, quero Deus eternamento no nosso meio, quero Seu Reinoooooooo!!!!

Como há algo profético nessa expressão. Muitas vezes ouvimos as coisas e nem sequer nos atentamos para o que significam.

Que possamos entregar a nossa oferta gerada, movida pelo Espírito Santo para que participemos da reconstrução do lugar para a habitação de Deus em nosso meio.


5 comentários:

Jéssica Mota disse...

AMEI O SEU BLOG!!

AMO DANÇAR PARA O SENHOR!!!

Marlon disse...

Ola Amada,

Muito abençoada essa mensagem, tocou muito a minha vida, faço parte de um ministério de dança em Curitiba e gostaria de pedir que se quiser é claro, enviasse a mensagem pra mim, gostaria de postar em meu blog de dança e indicar o seu blog.

Deus te abençoe

marlon

Rayane disse...

Oiii, sou Rayane, ministra de dança da igreja do evangelho Quadrangular... seu blog é muito lindinho, sem falar que é muito abençoado... vou seguir ta? bjusss

Raquel Cristina disse...

Oi Roberta,

Encontrei esse blog, e me apaixonei.. Pouco que li fui edificada. Deus te dê mais e mais criatividade. Graça e Paz

rakhelcristina@blogspot.com

Rafael Rocha disse...

Nao existe salmo 23:11

Postar um comentário

Obrigada pela visita... volte sempre!